Prefeito descongela salários de CCs e secretários em meio a contenção de despesas

Sim, nós sabemos que o título da matéria é no mínimo estranho, se não for contrário. Mas foi exatamente isso que o prefeito Daniel Guerra (PRB) fez. 

Com base na ideia que cargos de comissão e secretários possam entrar na justiça para requerer o aumento retroativo, Guerra preferiu conceder a reposição da inflação, chamada de trimestralidade para todos os agentes políticos da Prefeitura.

Essa decisão vai contrária ao decreto, até ontem em vigor, pelo publicado em 2016 pelo então prefeito Alceu Barbosa Velho (PDT). Com esse novo decreto também ficam alteradas a concessão de horas extras, o horário de funcionamento dos postos de saúde, a utilização da frota de carros oficiais e maquinário. 

Reação

Esse aumento vem em péssima hora. A oposição faz pedido de embasamento legal sobre as declarações do prefeito de que seu vice-prefeito Ricardo Fabris (sem partido) não existe no cargo. Se não bastasse ainda assim existem problemas entre as ordens dadas para servidores, que por medo de represálias, acabam ficando no meio do fogo cruzado.

Também há rumores que alguns CCs da antiga gestão podem entrar na Justiça contra a prefeitura pedindo reparação da inflação enquanto houve o congelamento dos salários. Logicamente como forma de protesto.

Comentários

comentários