Vereador e assessor não podem falar aquilo que quiser

agosto 10, 2017

por — Postado em Caxias

Mais nova polêmica envolvendo o vereador Rafael Bueno (PDT) e Renato Nunes (PR) se deu na última sessão da Câmara de Vereadores em Caxias do Sul.

Segundo Bueno um o assessor de Nunes, Fábio Campello, teria dito “Te cuida, gazelinha”. Diante dessa provocação e do alvoroço o presidente da casa, vereador Felipe Gremelmaier (PMDB) solicitou aos assessores para se retiraram do plenário.

Tal atitude do assessor gerou uma intensa discussão se não deveria ser aberto processo na Comissão de Ética devido as constantes provocações entre os dois vereadores, que passam dos limites. Uma sessão da Câmara não deve se transformar em um ringue, onde prevaleça a discórdia. Segundo vereadores e assessores disseram que ouviram claramente a expressão “gazelinha”, confirmando que se tratou sim de uma injúria pessoa ao vereador Bueno.

No momento de tal expressão utilizada o vereador ressaltava os CCs que pertencem ao governo Guerra, igualmente como o então vereador Guerra fazia na tribuna.

Já o vereador Renato Nunes afirma que isso seria perseguição, no intuito de cassar seu mandato e dar motivo para realizar o impeachment do prefeito Daniel Guerra. Porém, como relata a colunista do jornal Pioneiro, Rosilene Pozza, não é a primeira vez que situações assim ocorrem na Câmara, já ocorreu problema com o mesmo vereador Bueno e com Gremelmaier. Este último Nunes disse “vá se catar!”, ao presidente da Casa.

Respeito é bom

Fato notório – que se torna até mesmo cômico – é a deferência com que parlamentares no Brasil se tratam. Muitas vezes se chama de bandido ou ladrão utilizando a alcunha anexa de “Vossa Excelência”. Mas isso tem motivo. Qualquer parlamentar tem o direito ao uso da palavra, ou seja, não pode sofrer censura prévia de seus discursos. Assim o termo utilizado evita que processos de calúnia sejam imputados após o término do mandato deste parlamentar.

Ocorre que na Câmara de Vereadores a prerrogativa passa dos limites. Há xingamentos deliberados entre todos os parlamentares. Uma lástima. Enquanto isso a população clama por leis que possam melhorar sua situação de vida e por cobrança mais aguerrida com relação aos desmandos do atual prefeito.

Por isso respeito se torna fundamental para estes, que com certeza irão angariar menos votos nas próximas eleições municipais devido a sua atitude destemperada.

Comentários

comentários