Vitória para PT e PMDB, azar o nosso

junho 10, 2017

por — Postado em Governo Na Parede

Vitória para antigos aliados. Após o término do julgamento absolveu a chapa Dilma-Temer (PT/PMDB) se pode observar certo alívio por parte de alguns apoiadores de Dilma e também de Temer. Ocorre que o dia de ontem pode ser considerado um excelente dia para ambos partidos sobre aquilo que chamam de “judicialização da política”, ou seja, a Lava Jato.

Por certo que grande parte da sociedade se sentiu envergonhada do desfecho, ademais se tratando de descarado processo de corrupção que levou a vitória em 2014 do governo comandado até 2016 tanto por PT e PMDB. Foi praticamente a anuência de cometer ilícitos em processos eleitorais, ou como disse a própria ex-presidente Dilma Rousseff (PT/RS) “fazer o diabo” para assumir o poder.

No meio de tudo isso o PSDB, autor da ação no TSE, se manteve em processo de stand by, aguardando o desenlace. Prometiam alguns considerados mais jovens no tucanato em abandonar o governo. Porém a cúpula formada por políticos mais antigos se preocupou em conter tal avanço. Com isso se mantém a base do governo Temer, mesmo que sob areia movediça.

“Sentado em cima” de diversos pedidos de impeachment, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ) não irá colocar nenhum em pauta. Para desespero do próprio PT, que preferiria eleições diretas a fim de colocar Lula como candidato antes que este seja pego pelo juíz Sérgio Moro.

Não podemos negar que o esforço sobre-humano da Rede Sustentabilidade em emplacar o discurso de Fora Temer não teve o devido sucesso. Mesmo com o apreço de alguma parcela da população o partido fundado por Marina Silva ainda está em processo de maturação. Sofre ainda com o passado de alguns de seus líderes que estavam vinculados com o famigerado PT. E o eleitor está farto do PT, PMDB e PSDB, quer algo novo. Quem sabe com a possível chegada de Joaquim Barbosa no páreo tanto as pessoas quanto a Rede possam criar uma luz no fim do túnel.

Comentários

comentários