Orçamento 2018 prevê arrecadação de R$ 1,93 bilhão

Na última sexta (28/07) o prefeito Daniel Guerra (PRB) entregou a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), ou seja, orçamento para 2018 ao presidente da Câmara de Vereadores, Felipe Gremelmaier (PMDB). Para o próximo ano, está prevista uma arrecadação de R$ 1.930.559.338,61. Um número grande para simbolizar que os valores praticamente permanecerão iguais se comparado ao orçamento deste ano.

Com o protocolo da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), agora cabe a Câmara de Vereadores analisar o documento.

Gastos para 2018

No ano que vem os valores para a manutenção dos serviços públicos e Câmara de Vereadores serão os seguintes:

  • Câmara de Vereadores – R$ 36.525.612,57
  • Administração Direta – R$ 1.233.403.470,79
    • Saúde – R$ 365.686.677,42
    • Educação – R$ 301.650.788,04
    • Segurança – R$ 15.231.336,15
    • Mobilidade – R$ 34.588.405,84
    • Obras – R$ 135.606.821,86
    • Habitação – R$ 16.588.935,45
    • Turismo – R$ 3.842.158,91
    • Cultura – R$ 19.759.895,66
    • Proteção Social – R$ 9.468.568,92
    • Esporte e Lazer – R$ 13.787.629,07
    • Tecnologia e Inovação – R$ 600.309,14
    • Agricultura e Desenvolvimento Rural – R$ 6.972.622,96
  • SAMAE – R$ 226.582.195,98
  • IPAM Saúde – R$ 94.516.438,26
  • FAS – R$ 64.121.990,89
  • IPAM Previdência – R$ 259.309.630,12

Comentários

comentários